Rua Regina Badra 576 Alto da Boa Vista - SP
11 5524 9054

Autor: Luciano Balduino

A Arte não tem a intenção de refletir o visível, mas de tornar visível o invisível
– Paul Klee

A Terapia Artística é um processo terapêutico realizado por meio da linguagem das artes plásticas. As origens de se usar a arte em tal contexto podem ser melhor entendidas se pensarmos no contexto da arte em geral.

A produção artística é uma característica universal de todas as culturas humanas. O homem, desde seus primórdios, utilizou a pintura e modelagem como expressões do encontro de dois mundos – exterior e interior – sendo tais artes testemunhas do desenvolvimento cultural humano.

A arte reflete tendências da sociedade, exprimindo vivências pessoais de uma determinada época, por meio da criatividade humana. Ela não se relaciona diretamente com o discurso e a razão, possibilitando o contato direto com imagens que surgem do inconsciente, onde se revelam conflitos, medos e esperança. É este o potencial curativo da arte, já que permite que conteúdos inconscientes se tornem acessíveis à consciência.

A terapia artística de base antroposófica amplia ainda mais esta visão. Por meio da imagem de ser humano concebida por Rudolf Steiner, onde o homem é um ser espiritual composto por corpo, alma e espírito, adquirimos uma nova consciência. Nesta nova concepção de homem, percebemos que a dinâmica adequada destas três instâncias contribui para a saúde individual e para o desenvolvimento da humanidade em geral. Segundo a medicina antroposófica, a  maioria das doenças é causada pelo desequilíbrio desta dinâmica interior. A terapia artística tem como objetivo harmonizar a relação destes três elementos no ser humano proporcionando equilíbrio no seu pensar, sentir e agir.

Saiba mais

Esta terapia foi criada em 1925, pela Dra. Ita Wegmann e Dra. Margareth Hauscka, no Instituto Clínico-Terapêutico de Arlesheim, Suíça, a partir da observação dos efeitos dos trabalhos artísticos na melhora dos pacientes. Desde então vem sendo desenvolvida e aprimorada em várias instituições terapêuticas e escolas na Alemanha, EUA, Suíça, Holanda, Inglaterra e Brasil, entre outros países.

A linguagem das artes plásticas, onde se relacionam cor, forma, volume e espacialidade, possibilita ao homem a observação de leis arquetípicas presentes tanto na natureza interior quanto exterior do ser humano. A vivência e descoberta de tais leis promovem a revitalização do organismo, sanando desequilíbrios prejudiciais à saúde. Por meio de exercícios artísticos em pintura, modelagem ou desenho, e baseados numa metodologia comprovada e desenvolvida especificamente para cada caso, procura-se reorganizar o pensar, sentir e agir do paciente, resgatando a harmonia em sua vida.

É indicada tanto para adultos quanto crianças, havendo sempre o acompanhamento médico e terapêutico do processo.


PROFISSIONAIS QUE ATUAM NESTA ÁREA